BlackRock quer conselhos fluentes em risco climático

A BlackRock, maior gestora de recursos financeiros do mundo, com US$ 9 trilhões em ativos, quer que as empresas em que investe se comprometam com uma meta de zero carbono.

 

Em relatório, a gestora deixou clara suas expectativas: “Esperamos que os conselheiros tenham fluência no risco climático e na transição energética para permitir que todo o board – mais que apenas um conselho que é um ‘expert climático – dê supervisão apropriada para os planos e metas da companhia”.

 

E avisou: “Podemos votar contra diretores que consideramos responsáveis por fazer vista grossa ao risco climático”. No ano passado, a BlackRock votou contra propostas levadas em assembleia de 69 empresas por não estarem alinhadas com sustentabilidade.

 

As informações são do Capital Reset e o texto completo pode ser lido aqui.

GOSTOU? COMPARTILHE:

Compartilhar no email
E-mail
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp