Banco Central inclui clima entre os riscos monitorados pelos bancos. Leia em Convergência pelo Brasil.

Clima é um risco a ser monitorado pelos bancos, diz BC

O Banco Central colocou em consulta pública uma proposta para que os bancos incluam questões climáticas, sociais e ambientais na lista de fatores a ser monitorados no gerenciamento de risco tradicional.

 

A proposta do Banco Central mostra que as questões ESG e meio ambiente são riscos para a estabilidade do Sistema Financeiro Nacional.

 

A medida é o segundo passo da Agenda BC# de Sustentabilidade, divulgada no ano passado.

 

A consulta pública também quer ampliar a Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA), de 2014. A nova proposta inclui um “C”, de clima, ao final da sigla. Na prática, a medida propõe novas estruturas de governança para os bancos gerirem riscos sociais, ambientais e climáticos.

 

“O texto avança do que é hoje uma iniciativa de autorregulação para integração de risco social, ambiental e climático como parte da estrutura de gerenciamento integrado de riscos e de gerenciamento de capital”, disse, em entrevista ao Capital Reset, Gustavo Pinheiro, coordenador do programa de economia de baixo carbono do Instituto Clima e Sociedade (IcS), um dos idealizadores do Convergência pelo Brasil.

 

A matéria completa pode ser acessada aqui.

GOSTOU? COMPARTILHE:

Compartilhar no email
E-mail
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp